Preciso trabalhar: deixar o filho com avós e tios é boa opção?

Voltar da licença maternidade e ter que deixar filho com os avós ou numa creche é uma decisão muito complicada. Surgem na cabeça dúvidas quanto a educação que os avós e tios vão oferecer a criança e bate uma insegurança ao deixar numa creche com desconhecidos. 

Talvez, para tentar decidir quanto a esse importante momento para o desenvolvimento da criança é preciso conhecer o que avós e tios podem oferecer e saber das condições  que algumas creches disponibilizam para cuidar do seu filho.

Acompanhe este texto para perceber algumas vantagens e inconveniências que podem existir ao deixar os filhos com parentes ou não. Confira!

1. Tranquilidade e confiança na casa dos avós

Deixar filho com os avós pode trazer tranquilidade para a criança e confiança para os pais. Isso porque seu filho já tem uma certa familiaridade com seus parentes e por isso, geralmente vai se sentir mais seguro e à vontade com eles.

Além disso, o contato com pessoas de outra geração é algo bastante enriquecedor. Quando a criança compartilha um tempo com seus entes, ela pode ouvir histórias sobre a família, desenvolver e reconhecer os laços de afetividade com eles.

2. Tempo disponível para cuidar

Outra vantagem bastante importante para escolher com quem deixar os filhos é a questão da disponibilidade de horário. Muitas vezes, os pais que trabalham como autônomos ou precisam fazer viagens a negócio, normalmente não conseguem compatibilidade de horário com o funcionamento das creches, por exemplo.

Ao contrário disso, regularmente a casa da vovó está sempre aberta e disponível para seu filho passar o tempo em que você estiver fora. Converse com seus pais e irmãos sobre sua rotina de trabalho e sonde a possibilidade de deixar com eles os seus filhos em momentos imprevisíveis. 

3. Educação conflitante ao deixar filho com avós

No entanto, existem desvantagens em relação a deixar filho na casa dos avós ou tios. Uma delas é a diferença de educação dada. É comum se ouvir relatos de que a vovó costuma mimar demais seus netos, altera a alimentação habitual da criança ou age de forma muito permissiva.

Esse tipo de comportamento pode acarretar em indisciplina por parte da criança, fazendo com esta adquira hábitos indesejados. Esse tipo de conduta dificulta bastante colocar limites em seu filho, fazendo-o crescer mimado e intolerante a situações que ele precisa enfrentar. 

4. Creches com boa estrutura pedagógica

Ainda falando sobre as possíveis desvantagens da casa de avós e tios, está o fato de especialistas alertarem que crianças a partir dos três ou quatro anos de idade precisam conviver com outras da sua faixa etária. E muitas vezes, seu filho é o primeiro neto e não há outras crianças na casa dos parentes para interagir. Isso pode comprometer o desenvolvimento social de seu filho. 

Pensando nisso, existem muitas escolas ou creches que apresentam um ambiente de socialização com outras crianças, além de oferecer bons projetos pedagógicos e até mesmo extracurriculares. Seu filho convivendo com outras crianças vai aprender a dividir os brinquedos, por exemplo, e fazer novas amizades e conhecer a importância de respeitar seu semelhante.

Dessa forma, é preciso analisar de maneira equilibrada qual seria o melhor lugar para receber seu filho enquanto você trabalha. De qualquer modo, tanto para deixar filho com os avós e tios quanto para as creches, é importante que esse processo seja feito de maneira gradativa, explicando para a criança que você está indo para o trabalho e que por esse motivo vai deixar ela com alguém que você confia.

Ficou um pouco mais fácil de decidir? Comente neste post sobre o que você acha.