Conciliar trabalho e família é possível! Saiba como

Dentro de uma mulher cabem vários personagens, da alta executiva que toma decisões estratégicas difíceis à mãe que sofre por não passar mais tempo com os filhos. O dilema de conciliar trabalho e família sempre consome parte dos pensamentos das mulheres, isto é inegável.

Até mesmo a mais confiante e controladora das mulheres se sente frágil quando questiona se está dando aos filhos toda atenção e amor que merecem.

Se você vive este dilema, sabe que não é a única e que mais importante que passar muitas horas ao lado dos filhos, é passar horas produtivas e memoráveis com eles. Então respire fundo, não desista dos seus sonhos profissionais e utilize estas dicas incríveis para conciliar trabalho e família sem inseguranças!

Faça refeições em família sempre que possível

Independente de qual seja a refeição, fazê-la em família é sempre valioso. Hábitos e exemplos neste momento são fundamentais para o aprendizado das crianças, seja para valorizar os laços familiares ou para aprender a comer bem e de forma saudável, sendo gratos pelo alimento.

Tente sair da rotina do escritório e fugir para almoçar em família, a surpresa será especial para os filhos e vai tornar sua tarde mais produtiva e leve!

Organize horários para conciliar trabalho e família

Use suas habilidades de gestora para organizar as rotinas da casa. Pode parecer chato, mas criar rotinas para a casa e para as crianças trás a sensação de segurança para as crianças, e é mais fácil de gerenciar e criar alternativas quando algo sai errado.

Ao organizar os horários das crianças, tenha em mente momentos de repouso, horários para leitura e brincadeiras. Para as tarefas domésticas, considere os dias certos do caminhão de lixo, rotinas de limpeza de geladeiras, armários entre outros.

Não leve trabalho para casa. Nunca!

Neste ponto podemos ser diretas. O trabalho deve ficar no escritório, e mesmo em situações de acúmulo, prefira chegar mais cedo no outro dia. 

Trabalho e família devem ter seus terrenos bem definidos, pois uma vez que este limite é quebrado, abre-se uma prerrogativa difícil de ser revogada.

Tenha um hobby com a família

Vocês podem criar uma horta, montar uma casa de bonecas, jogar esportes coletivos, acampar ou ir a todas as estreias de filmes infantis. Tenha um hobby em família que seja planejado em conjunto e crie grandes expectativas. 

Mais perfeito ainda se eles tiverem algum valor educativo e ético, mas o lazer em família já é super proveitoso, e pode render memórias divertidas para outros momentos relembrados em histórias na hora de dormir

Terceirize os cuidados com a casa

Com boa parte da energia consumida no trabalho, não gaste o restante arrumando a casa. Terceirize faxina, lavanderia e tudo mais que roube seu tempo e não dê prazer.

Mas se for algo que ame, convide a família para compartilhar o momento, como cozinhar delícias na cozinha.

Eternize e sacramente a hora de dormir

Além de repor as energias e ser essencial para o desenvolvimento infantil, a hora do sono é muito importante também para assimilar todo o aprendizado do dia. O cérebro revisa tudo o que foi vivenciado e armazena de forma organizada tudo aquilo que foi aprendido, como uma grande biblioteca (se você assistiu Divertidamente com seu filho, é bem por aí mesmo!).

Crie uma rotina do sono só de vocês, como a leitura de um livro ou uma pequena conversa sobre como foi o dia. Algumas mães gostam de fazer perguntas como “O que fez você sorrir hoje?”, “Você ajudou alguém hoje?” ou “O que você gostaria de sonhar hoje?”.

O fato é que tornar este momento sacramentado também faz parte de uma rotina que toda a família passa a considerar como algo regular. E de repente, da forma mais natural possível, as horas que você passa com a família são eternizadas e produtivas, são registradas nas memórias mais queridas e tornam as relações mais agradáveis e fortes.

Podem até dizer que administrar trabalho e família é difícil, que uma das partes sempre sai em desvantagem, mas isto depende exclusivamente das pessoas envolvidas, não é mesmo? Então agora nos conte, o que tem sido um desafio para você neste dilema? Comente e conheça a opinião de outras mães como você! 

Deixe um comentário

Os campos marcados com "*" são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado no comentário. Agradecemos sua contribuição!"