4 dicas para incentivar a leitura para crianças

Incentivar a leitura é um processo que deve ser iniciado na primeira infância. Antes mesmo da alfabetização, os pais devem ler para as crianças, mostrando as figuras e as formas das letras, além de criar familiaridade com o objeto livro e com o cerimonial que envolve sentar e absorver uma história.

Com o passar dos anos, é fundamental adquirir livros e conversar a respeito dos enredos. Isso abrirá os horizontes do pensamento da criança, instigará a imaginação, mostrará conceitos e palavras novas, ampliando o vocabulário, e estimulará a empatia. Do ponto de vista neurológico, desenvolverá mais conexões neurais e ajudará na consolidação de conhecimentos.

Todavia, o acesso fácil à tecnologia através de tablets, televisão e celulares e a acomodação dos pais frente a esse comportamento impedem a aproximação da criança com o universo rico dos livros.

Por isso, no nosso post de hoje, abordaremos 4 dicas de como incentivar a leitura para as crianças. Acompanhe!

1. Faça visitas a bibliotecas

Um dos lugares onde se “respira” cultura através dos livros é a biblioteca e, atualmente, é possível encontrar diversos espaços dedicados aos pequenos leitores. Cadeiras e mesas infantis, além de prateleiras mais baixas, deixando fácil o acesso aos livros, são elementos que já fazem parte da maioria desses ambientes.

Em algumas bibliotecas, é possível acompanhar contações de histórias, realizadas por voluntários, e assessoria pedagógica de livros, para recomendar o mais adequado conforme a faixa etária da criança.

Portanto, leve as crianças para a biblioteca e deixe-as explorarem o ambiente, observe seu comportamento e leia para elas em um lugar reservado para isso.

2. Use a rotina para incentivar a leitura

Ler para uma criança precisa ser divertido e interessante. Uma estratégia que os pais relatam como eficaz é a leitura antes de dormir. Essa tarefa, se incluída na rotina noturna, pode ser bastante promissora.

Se você ainda não adotou essa prática, comece adquirindo livros com histórias curtas e converse com a criança sobre os comportamentos dos personagens ou os eventos do enredo. Como o tempo, ela entenderá que essa atividade é uma forma de relaxamento antes de dormir.

Para os pais que já adotaram essa estratégia, o ideal é diversificar as histórias que serão contadas ou atender à solicitação da criança. E, em todos os casos, a leitura deve ser feita de forma lenta, para facilitar a compreensão do enredo.

3. Siga o gosto da criança

Enquanto algumas crianças gostam de princesas e histórias de amor, outras preferem aventuras radicais ou espaciais. O importante é seguir o gosto delas ou apresentar algo novo conforme sua aceitação. Não tente forçá-la a ler um livro que ela não quer.

Também é interessante adquirir histórias baseadas nos seus desenhos preferidos. Assim, haverá um incentivo extra para despertar a curiosidade pela leitura. Além disso, é importante considerar o tempo das crianças e não insistir demais quando o interesse delas acabar.

4. Provoque o interesse pelos livros

“Você sabia que a banana não tem semente? Pois é, li essa informação em um livro!” Uma das formas de despertar a curiosidade da criança e instigar a leitura é através de “provocações” como essa.

Dependendo da idade da criança, é estimulante criar novas perguntas e deixá-la pesquisar nos livros que possui. Essa brincadeira contribuirá, posteriormente, para que ela busque conhecimento nos livros e estude por prazer e não por obrigação.

Incentivar a leitura, nos dias de hoje, é um processo árduo para os pais, que precisam lidar com o acesso fácil à tecnologia e a rotina diferente dos tempos de outrora. Por isso, nossas dicas devem ajudá-los a contornar essa situação e instigar a prática dessa atividade prazerosa e estimulante.

E você, já leu para uma criança hoje? Quer conhecer mais conteúdos sobre o universo infantil? Assine nossa newsletter e receba sempre novidades!

Deixe um comentário

Os campos marcados com "*" são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado no comentário. Agradecemos sua contribuição!"